Notícias
28 de Setembro de 2018

Evento no Recife apresenta oportunidades de investimento em Portugal

Seminário reuniu representantes de imobiliárias, contadores e especialistas nas áreas júridica e tributárias

Foto da Noticia
239 pessoas leram esta notícia.

Diante da onda de violência que assola o Brasil, além de cenários político e econômico incertos, muitos brasileiros passaram a considerar a mudança de país como uma alternativa para suas vidas. Entre as opções, Portugal vem se destacando, inclusive entre nordestinos e recifenses, pela boa estrutura, mesma língua e oportunidades.

O ramo de investimentos em destaque nas terras lusas é o de imóveis, no qual o retorno financeiro é praticamente garantia. O assunto foi tema de discussão no II Seminário Portugal 360º, realizado durante a manhã desta terça-feira (25) no Bugan Hotel Recife by Atlantica, em Boa Viagem, na Zona Sul da cidade.

O evento foi promovido pela Direct Portugal, braço europeu da empresa pernambucana Direct Empreendimentos Imobiliários, atuante em obras como a Reserva do Paiva, no Cabo de Santo Agostinho, na Região Metropolitana do Recife (RMR). Participaram representantes de imobiliárias de Portugal, contadores e especialistas nas áreas jurídica e tributária.

Atrativos

“Muitos brasileiros e recifenses estão escolhendo Portugal como uma opção de qualidade de vida extremamente superior em segurança, paz, sossego e economia, além da perspectiva fantástica de crescer ainda mais”, explica Gustavo Morais, diretor da Direct Imóveis. Esse é o caso da contadora pernambucana Fabíola Gambôa, de 48 anos, que está começando a se organizar para realizar o sonho de morar em Portugal.

Ela já foi às terras lusas para passear duas vezes e, além da possibilidade de viver em um país com mais segurança, já que Portugal foi eleito o terceiro país mais pacífico do mundo, segundo o Instituto de Economia e Paz, a vontade de que os filhos estudem fora do país é um dos principais motes. “Por experiência própria, sei que o mercado daqui é muito acirrado. Não gostaria de vê-los fazendo faculdade no Brasil”, comenta Fabíola.

Já no ramo dos negócios, ela pensa em criar algum tipo de oportunidade dentro da empresa da qual é proprietária. “Contabilidade é muito diferente aqui e em Portugal, mas quem sabe podemos ser uma porta para quem quer ir daqui para lá, e vice-versa”, reflete a contadora.

Além dos imóveis, outras áreas que apresentam mercado aquecido em Portugal são as industriais, de alimentação, principalmente no nicho de comidas saudáveis, tecnologia e saúde e bem estar. Já por dentro nas oportunidades na área de saúde, a secretária Iracy do Aragão, 68 anos, que também trabalha com vendas em turismo, foi ao Seminário Portugal 360º principalmente para colher informações e repassar para o filho farmacêutico, que não pôde comparecer e pensa em fazer um pós-doutorado em terras lusas.

“Vim para ter mais uma ideia sobre o processo de vistos e oportunidades de estudo em Portugal. A escolha desse país veio principalmente por causa da língua, que facilita. Ele estudou inglês, mas a pronúncia ainda é difícil”, conta Iracy. A secretária já viajou para Portugal duas vezes e, caso o filho consiga a mudança, pretende passar temporadas com ele.

Investimentos em imóveis

De acordo com Daniel Correia, diretor geral de projetos imobiliários da United Investiments Portugal (UIT), 85% dos imóveis de Portugal demoram até seis meses para serem vendidos, dos quais 37,7% são negociados já nos primeiros três meses. “Já em 2014 e 2015 esse tempo de venda era superior a dois anos, o que nos dá uma noção do aquecimento do mercado”, explica.

Por causa do fortalecimento do interesse nas terras lusas, o número de brasileiros que moram legalmente em Portugal já chega a 110 mil. De acordo com o relatório Global Investment Atlas 2018, o país europeu recebeu R$ 2,1 bilhões em transações referentes a investimentos em imóveis apenas no ano passado. Isso representa um crescimento de 61%, quando comparado com 2016.

Os imóveis de Portugal chamam atenção também pelos preços atrativos. Segundo Daniel Correia, da UIT, o preço do metro quadrado em Lisboa é 84% mais barato do que em Londres, por exemplo.

Uma das possibilidades de investimento é o Lisboa Residence, hotel residence português localizado nas proximidades do Rio Tejo, que antes mesmo do lançamento oficial já teve 50% das propriedades negociadas. A outra parte deverá ser disponibilizada para o público em breve, já que a expectativa é de que as obras comecem ainda em novembro deste ano.

Durante o Seminário Portugal 360º, o público recifense foi convidado a conhecer o Lisboa Residence, empreendimento que garante uma rentabilidade mínima operacional de, pelo menos, 3% durante os primeiros dez anos. Nesse tipo de negócio, o proprietário pode usufruir da estrutura por quatro semanas anuais. As mais acessíveis custam cerca de 500 mil euros, com um quarto e 60 m², podendo chegar até 8 milhões de euros.

O empreendimento é compatível com o Programa de Autorização de Residência para Atividade de Investimento, conhecido como Golden Visa, tipo de autorização para fins de investimento que garante circulação livre no espaço por um período de tempo.

Uma outra opção de negócio disponível nas terras lusas são as lojas de uma rede de supermercados. O investidor tem rentabilidade anual de cerca de 6% no contrato. A operação pode ainda ser financiada por bancos portugueses em até 20 ou 30 anos, com taxas de juros baixas, de cerca de 2% anuais.

Missão Portugal

Os interessados em conhecer os empreendimentos portugueses de perto podem ter essa oportunidade entre os dias 11 e 15 de novembro deste ano, em uma viagem em grupo realizada pela Direct Portugal em parceria com a companhia aérea TAP Air Portugal.

Além das visitas a dois empreendimentos, os pernambucanos que participarem da viagem também vão ao escritório luso Abreu Advogados, onde podem ser esclarecidas todas as questões sobre vistos, processos jurídicos e tributários. O grupo também deve visitar a Consultan, uma imobiliária portuguesa que oferece opções de locais para investimento e residência.

Quem tiver dúvidas ou desejar mais informações sobre a viagem pode entrar em contato com a Direct através do número (81) 3231.3113, ou pelo e-mail directportugal@directimoveis.com.br. Já os que preferirem conversar pessoalmente com representantes podem ir até a sede da empresa, que fica na Rua Dona Magina Pontual, em Boa Viagem, na Zona Sul do Recife.